quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

A Voz do Criador

Alan Moore quebrou o silêncio em relação ao “renascimento” de Watchmen. Em entrevista ao blog Fast Company Co.Create, o autor criticou a decisão da DC Comics de publicar a partir de julho Before Watchmen, linha de minisséries que servirão como prelúdio do clássico criado por Moore e Dave Gibbons.

Minha reação é de um certo desprezo. Está além da raiva, é quase tragicômico. É a força do comércio sobre a arte. Tenho orgulho do trabalho que fiz em Watchmen, mas está rodeado de uma nuvem tóxica de memórias e não gostaria de passar por ela novamente. Nem mesmo tenho uma cópia da graphic novel na minha casa”, disparou o autor, que se negou a participar do novo projeto. E ele isse mais:

Parece um pouco de desespero remexer em uma obra famosa por sua integridade artística. Watchmen é uma série finita, uma alternativa para o estilo de super-heróis que parece ser uma novela sem fim. Torná-la em outra revista qualquer de super-heróis demonstra exatamente como eu me sinto sobre a indústria de quadrinhos. Resume-se a franquias. Lojas especializadas quase não vendem revistas, estão cheias de brinquedos e produtos relacionados”.

E será que Before Watchmen dará certo? “Acho que não. Pelo que ouvi, há hostilidade por parte de criadores e uma repercussão negativa em sites de entretenimento. Algumas pessoas estão fazendo petições. Jamais pediria nada disso aos leitores, mas sou grato. Pela perspectiva da DC, acho que eles só têm a perder, a não ser que façam algo tão bom ou melhor do que Watchmen”, finalizou Moore.

Nenhum comentário:

Postar um comentário